GRUPO EMBARAÇA – DF

O Grupo Embaraça surgiu na Universidade de Brasília – UnB, quando cinco atrizes negras se uniram para colocar em cena questões étnico-raciais, partindo de um universo intimo trabalharam da negação a afirmação e reconhecimento da figura da mulher negra na sociedade e em cena. É nesse cenário que nasce o rascunho do primeiro espetáculo do grupo, a cena curta – PENTES.

Este trabalho participou do processo de curadoria da 5ª edição do Festival Breves Cenas de Teatro de Manaus em março de 2013, no qual recebeu o Prêmio pela Abordagem Temática Através da Cidadania e Identidade. A cena curta integrou ainda o Festival de Teatro Universitário do Rio de Janeiro em abril do mesmo ano. Após isso o Grupo Embaraça aprofunda o trabalho e produz a primeira versão do espetáculo “Pentes”, projeto este que foi contemplado pelo FAC – Fundo de Apoio à Cultura, no edital para montagem da peça que teve estreia em novembro de 2013 no Sernegra (Semana de Reflexões sobre Negritude, Gênero e Raça) e em três escolas públicas do DF, com direção de Alisson Araújo. O espetáculo foi apresentado também no Festival de Teatro de Crixás – GO, no mesmo ano, com o apoio da prefeitura local.

Em setembro de 2014 o Grupo Embaraça participou do Festival de Cenas Curtas Galpão Cine Horto com a cena “Pentes” novamente. Em 2015 o grupo (re) assume a direção e dramaturgia de seu trabalho e surge a nova e atual versão do espetáculo PENTES. Neste mesmo ano foi contemplado pelo FAC – Fundo de Apoio à Cultura, por edital de circulação e em novembro de 2015 circularam com a nova versão do trabalho em Brasília e nas cidades satélites do DF: Ceilândia, Gama, Taguatinga e Vila Telebrasília.

Em 2016 estrearam o segundo espetáculo titulado, CALAMATRACA que dá continuidade a uma das características do grupo de seguir com uma criação autoral (dramaturgia e direção) e retratar temas contemporâneos. Atualmente o Grupo Embaraça é composto por Ana Paula Monteiro, Fernanda Jacob e Tuanny Araujo.

Deixe uma resposta